Cartum, 7 mai (EFE).- Pelo menos dois soldados egípcios da missão conjunta da ONU e da União Africana na região sudanesa de Darfur (Unamid) morreram e outros três ficaram feridos em um ataque cometido hoje contra um comboio destas forças internacionais de pacificação.

Cartum, 7 mai (EFE).- Pelo menos dois soldados egípcios da missão conjunta da ONU e da União Africana na região sudanesa de Darfur (Unamid) morreram e outros três ficaram feridos em um ataque cometido hoje contra um comboio destas forças internacionais de pacificação. Segundo um comunicado da Unamid, o ataque ocorreu nas cercanias da cidade de Ketila, no sul de Darfur, região situada no oeste do Sudão. Um grupo de homens armados disparou indiscriminadamente contra um comboio da Unamid formado por 20 soldados egípcios que estavam em três veículos. Os feridos estão em estado grave, segundo a nota. A Unamid condenou o ataque, que considerou "covarde", e ressaltou que o ocorrido "não afetará o compromisso das forças de paz". Com as mortes de hoje, chega a 24 o número de soldados da Unamid mortos em Darfur desde o começo da missão de paz, em janeiro de 2008. A região de Darfur vive um intenso conflito armado desde fevereiro de 2003. Desde então, mais de 300 mil pessoas morreram e quase três milhões se viram obrigadas a abandonar seus lares, segundo a ONU. EFE az/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.