Após denúncia, Alckmin promete auditoria em hospitais paulistas

Decisão foi tomada após denúncias de fraude em plantões derrubarem o secretário de Esporte, Jorge Pagura

iG São Paulo |

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, prometeu nesta segunda-feira a realização de uma auditoria em todos os hospitais paulistas. A decisão foi anunciada após denúncias de fraude no pagamento de plantões na rede pública terem levado o secretário de Esporte, Jorge Pagura, e o coordenador de Saúde do Estado, Ricardo Tardelli, a deixarem seus cargos na administração paulista.

Agência Estado
Alckmin disse que irregularidades em plantões foram detectadas há um ano e meio, quando governo pediu abertura de sindicância
Ao comentar o caso, Alckmin afirmou que o governo planeja nomear um novo interventor no Hospital de Sorocaba, onde, segundo as acusações, Pagura deveria dar plantão e recebia sem trabalhar. “Estamos fazendo uma série de mudanças na questão de controle de ponto, não só dos médicos, mas de maneira geral, além da agilização de procedimentos de corregedoria”, disse o governador. “Este caso é exemplar, serve para toda a rede estadual. Vamos auditar todos os nossos hospitais”, emendou.

Segundo o tucano, o governo detectou a existência de irregularidades no pagamento de plantões e horas extras da rede pública há cerca de um ano e meio, quando abriu uma sindicância para investigar o caso e encaminhou a denúncia ao Ministério Público. “O Ministério Público fez as escutas telefônicas, apurou os fatos, prendeu as pessoas que cometeram delitos e elas todas responderão por processo civil e criminal”, disse Alckmin.

O governador ressalvou que Pagura não era funcionário do Estado, mas sim do Sistema Único de Saúde (SUS), que é administrado pelo governo federal. “Nunca recebeu nenhum centavo do Estado, não tem nenhum envolvimento com licitação, plantão, nada disso. É um funcionário do SUS, federal”, disse Alckmin. “Isso se refere à questão do comissionamento dele como servidor federal”, emendou o governador.

Alckmin afirmou que a pasta do Esporte, Lazer e Juventude, até ontem comandada por Pagura, ficará temporariamente sob comando do secretário-adjunto, José Benedito, até que o governo escolha um novo nome para o posto.

    Leia tudo sobre: Geraldo AlckminJorge Pagura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG