Relatório do apagão pode sair esta semana, diz Lobão

Ministro de Minas e Energia reuniu-se com a presidenta Dilma Rousseff para discutir as causas do apagão

AE |

selo

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou nesta manhã que pode ser concluído esta semana o Relatório de Análise de Perturbação (RAP), do Operador Nacional do Sistema (ONS), sobre o apagão que ocorreu no Nordeste na última sexta-feira e deixou 46 milhões de consumidores no escuro. Segundo Lobão, se o relatório não for apresentado até sexta-feira, isso deverá ocorrer no início da próxima semana.

O ministro ficou reunido ontem com a presidenta Dilma Rousseff até por volta das 22 horas, junto com integrantes do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), além de representantes da Chesf e da Eletrobras. De acordo com Lobão, a reunião foi sugerida por ele próprio, para que a presidenta fosse informada com detalhes sobre o incidente no Nordeste.

Questionado sobre a insatisfação da presidenta com a justificativa apresentada pelo ministério, de que a causa do apagão foi uma falha no cartão da subestação de Luiz Gonzaga , em Pernambuco, o ministro disse que o que desagradou a presidenta foi o episódio em si. "De fato, o que ela não gostou foi do episódio, como eu não gostei", afirmou, após participar de evento na Embaixada da Itália, em Brasília.

Lobão explicou que a falha no cartão deu origem ao blecaute, mas o problema foi agravado pelo fato de uma linha de transmissão paralela à subestação de Luiz Gonzaga estar em manutenção, que, segundo ele, era necessária. De acordo com o ministro, Dilma pediu que todas as linhas de transmissão e subestações sejam alvo de fiscalização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O ministro descartou troca no comando da Chesf em função do apagão no Nordeste. "Em nenhum momento discutimos isso (na reunião)."

    Leia tudo sobre: NACIONALGERAL

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG