Estados sofrem com falta d'água após apagão no Nordeste

Alagoas, RN, Bahia, Pernambuco, Ceará e Paraíba tiveram problemas em estações, o que prejudica a distribuição de água

iG São Paulo |

O apagão que atingiu sete Estados do Nordeste na madrugada desta sexta-feira afetou o abastecimento de água em Alagoas, Paraíba, Ceará, Pernambuco Rio Grande do Norte e Bahia, segundo informações das concessionárias de abastecimento dos Estados.

Nesta sexta-feira, praticamente todos os bairros de Maceió, em Alagoas, registraram falta de água. De acordo com a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), o abastecimento de água foi interrompido por causa da queda no sistema elétrico que atingiu o Estado. A pane no sistema danificou equipamentos da Casal, paralisando estações elevatórias, de tratamento e sistemas de distribuição de água. 

Em Maceió, todos os sistemas de abastecimento foram afetados. O sistema Catolé-Cardoso, que abastece praticamente toda parte alta da capital, apresentou problemas, apesar do restabelecimento da energia, porque houve danos em seus equipamentos elétricos.

Em consequência desses problemas causados pela suspensão no fornecimento de energia, o abastecimento de Maceió se encontra prejudicado, principalmente na região que vai do centro ao Pontal da Barra e na parte alta da cidade, desde o Farol até a Gruta de Lourdes e adjacências.

Pernambuco

De acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), um balanço prévio mostra que o blecaute afetou a distribuição de água para cidades do Agreste, da Zona da Mata e da região metropolitana do Recife . No Sertão, foram registrados pequenos problemas localizados. 

O problema foi causado em função da paralisação da Estação Elevatória de Água Bruta do Sistema Pirapama, que atualmente bombeia 2.500 litros de água por segundo. Sem o funcionamento dessa elevatória, o Sistema Pirapama, que é integrado ao Sistema Tapacurá, ficou sem condições de operar e deixou de atender 33 bairros da região metropolitana.

Em Limoeiro, cerca de dois terços da vazão do sistema de abastecimento foram afetados com o blecaute da madrugada. Já a cidade de Bezerros ficou completamente sem abastecimento. Em nota, a Compesa informou que todos os sistemas afetados pelo apagão voltaram a operar normalmente por volta das 19h (horário local).

Rio Grande do Norte

As captações da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) foram paralisadas durante aproximadamente quatro horas, causando diminuição na oferta de água em algumas regiões. A expectativa da empresa é de que o abastecimento seja normalizado em todo o Estado em 24h, chegando a 48h nos casos extremos, em que a pane comprometeu equipamentos da Companhia.

Em Natal, a oferta de água sofreu diminuição em parte do Tirol, Petrópolis, Morro Branco, Alecrim, Mãe Luiza e Bairro Planalto cujo abastecimento foi normalizado. Na zona norte da capital, até a madrugada deste sábado o fornecimento deve estar normal no Alto da Torre e na Comunidade Santa Inês, informou o gerente da Regional Natal Norte, Ricardo César Marinho. Já no litoral Sul do Estado, o apagão não chegou a comprometer o abastecimento.

Em Mossoró, a falta de energia paralisou a distribuição de água pela Adutora Jerônimo Rosado, com reflexos nas partes mais altas da cidade. "A expectativa é de que o abastecimento volte à normalidade até a manhã deste sábado", informou o gerente da Regional Mossoró, João Maria de Sousa. Segundo ele, em algumas áreas do Alto de São Manoel e do Conjunto Vingt-Rosado a oferta de água foi prejudicada, tendo em vista problema elétrico no sistema de bombas do poço P-21.

Bahia

O fornecimento de água foi interrompido em grande parte dos bairros de Salvador nesta manhã . A empresa previa a retomada gradual do abastecimento a partir do início da noite desta sexta-feira. A Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa) informou ainda que a falta de energia elétrica também prejudicou o abastecimento de água em Feira de Santana (109 km de Salvador) e em outros cinco municípios da região, afetando cerca de 700 mil pessoas. No litoral norte do Estado, o apagão afetou o funcionamento de bombeamento de poços na região entre Abrantes e Arembepe, reduzindo a disponibilidade de água.

Paraíba

Moradores da região metropolitana de João Pessoa e de algumas cidades do interior estão sem água, segundo a Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa). A distribuição começou a ser normalizada por volta das 12h e o abastecimento foi normalizado durante a noite.

Ceará

Segundo a Companhia de Águas e Esgoto do Ceará (Cagece), dezessete municípios cearenses tiveram com o abastecimento de água comprometido devido ao apagão. Na capital Fortaleza não foi identificado problemas. Segundo a Cagece, a expectativa é de que a situação se normalize até o fim deste sábado.

*Com informções de Thiago Guimarães, iG Bahia; Renata Baptista, iG Pernambuco; e Agência Estado

    Leia tudo sobre: apagão no nordesteblecautefalta d'água

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG