Rodízio de veículos será mantido nesta tarde em São Paulo

SÃO PAULO - A Secretaria Municipal de Transporte (SMT) de São Paulo informou que o rodízio de veículos será mantido no horário de pico da tarde desta quarta-feira. Sendo assim, veículos com placas de finais 5 e 6 não podem circular no centro expandido da cidade entre 17h e 20h.

Redação |

De acordo com a pasta, a decisão de suspender o rodízio pela manhã foi tomada em um momento em que não se sabia quando as linhas da Companhia do Metropolitano (Metrô) seriam restabelecidas e era fundamental garantir que a população pudesse se deslocar logo cedo.

AE
Sem semáforos, agentes da CET tentam controlar trânsito na noite de terça-feira

No entanto, como a situação foi normalizada e o Metrô está em atividade, a Secretaria Municipal de Transporte afirmou que não há mais motivo para estender a suspensão do rodízio ao horário de pico da tarde.

O trânsito ainda segue complicado na capital paulista. Por volta das 10h30, 22 semáforos ainda estavam com o funcionamento instável. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o maior problema está nas regiões dos Jardins, Moema, Ibirapuera, Brooklin, Indianópolis e na Avenida Brigadeiro Faria Lima, na zona sul da cidade. Porém, conforme a CET, cerca de 500 agentes permanecem nas ruas da capital para solucionar os problemas.

Metrô

Por causa do apagão, o Metrô de São Paulo começou a funcionar mais cedo nesta quarta-feira. A circulação dos trens que, normalmente, começa às 4h40, teve início à 1h10 na Linha 3 Vermelha (Itaquera - Barra Funda). A Linha 1 Azul (Jabaquara - Tucuruvi), começou a operar às 2h24; a Linha 2 Verde (Alto do Ipiranga - Vila Madalena), às 2h35; e a Linha 5 Lilás (Capão Redondo - Largo Treze), às 3h48.

De acordo com o Metrô, os passageiros foram obrigados a deixar os trens logo no início do blecaute, por volta das 22h15. Como as ruas estavam escuras e todo o sistema de transporte prejudicado, muitos não tinham como voltar para a casa e passaram a noite nas estações aguardando a volta das operações.

(*com informações da Agência Estado)

Sem alternativa, muitos dormiram nas estações de metrô: 

Leia também:

  • Vendaval pode ter causado apagão, diz presidente da Itaipu
  • Queda de três linhas de transmissão causou apagão, diz ministério
  • Após apagão em parte do País, Itaipu informa que opera normalmente
  • Estados enfrentam noite de caos e medo sem energia elétrica
  • Imprensa internacional repercute apagão no Brasil
  • Metrô de SP inicia operação mais cedo e rodízio é suspenso

    • Leia tudo sobre: apagão

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG