Queda de três linhas de transmissão causou apagão, diz ministério

O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, disse nesta quarta-feira que o apagão que atingiu boa parte do País na noite de terça-feira foi causado pela queda de três linhas de transmissão que transportam energia da hidrelétrica de Itaipu.

Redação |

  • Internautas relatam o apagão. Envie informações ao Minha Notícia
  • Região de Itaipu tem previsão de chuva e trovões para hoje
  • Presidente da Itaipu é convocado para reunião com Lula
  • Fotoshow: veja imagens do blecaute pelo País
  • Foram elas: duas linhas entre os municípios de Ivaiporã (Paraná) e Itaberá (São Paulo) e uma terceira entre Itaberá e Tijuco Petro (em São Paulo).

    Segundo o secretário, a queda foi causada por "condições meteorológicas adversas", mas ele não especificou quais foram. De acordo com Zimmermann, o sistema já voltou a operar e o apagão teve uma duração total de quatro horas.

    AE
    São Paulo às escuras na terça-feira

    São Paulo às escuras na terça-feira

    Operação normalizada

    A Itaipu Binacional informou que voltou a operar em condições de normalidade na manhã desta quarta-feira, a partir das 6h. De acordo com a empresa, 18 unidades geradoras estão em funcionamento: nove de 60 hertz (Hz) e nove de 50 Hz.

    Em nota, Itaipu, a segunda maior hidrelétrica do mundo, afirma que a produção total é de 10.450 megawatts (MW). Desses, 9.800 MW são destinados a atender o sistema integrado brasileiro e 650 MW a atender o Paraguai.

    O abastecimento de energia elétrica foi interrompido por volta de 22h15 (horário de Brasília) da terça-feira em 10 Estados e no Distrito Federal. Por meio de nota, a empresa descarta que o problema tenha tido origem na hidrelétrica.

    Estados atingidos

    A energia está sendo retomada aos poucos nas cidades afetadas. De acordo com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, o Estado do Rio de Janeiro foi o mais atingido. A falta de luz também foi registrada por 15 minutos no Paraguai.

    No Rio de Janeiro, a energia está sendo restabelecida aos poucos. Em São Paulo, o abastecimento de energia elétrica já funciona normalmente, conforme a AES Eletropaulo. A assessoria de imprensa da empresa não soube informar o horário em que o fornecimento foi totalmente restabelecido, mas afirmou que pouco antes das 3h desta quarta-feira 60% da energia já havia sido religada. O religamento foi feito aos poucos, à medida que a AES Eletropaulo recebia a carga. O Estado de Minas Gerais também já recebe energia normalmente.

    (*com informações da Agência Estado)

    Leia também:

  • Vendaval pode ter causado apagão, diz presidente da Itaipu
  • Apagão atinge ao menos nove Estados do País
  • Congressistas politizam apagão
  • Curto circuito teria gerado apagão, diz companhia paraguaia
  • Rodízio está suspenso em São Paulo nesta quarta
  • Paulistanos mudam a rotina em noite apagão
  • Cabral determina aumento de segurança no Rio
    • Leia tudo sobre: blecaute

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG