Aliado do PSDB, o presidente do PPS, Roberto Freire, acusou hoje o governo Lula de incompetência na gestão do sistema elétrico e ressaltou o que considera uma azarada coincidência - o fato de a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, ter declarado há duas semanas que um novo apagão não aconteceria no País.

"A ministra Dilma, que é a 'gerentona' do sistema elétrico, que o mudou, deu aquela declaração, negou chance de novo apagão. Essa é a maior declaração de incompetência com uma grande coincidência."

Para Freire, independente da causa do problema que ocasionou o blecaute, a situação é retrato de uma má gestão. "Não estamos em um processo de crescimento em que haja estrangulamento de energia. Autoridades da área disseram que estamos sob um sistema seguro, mas isso atenta contra o bom senso", observou.

Sobre a capacidade de investimento do governo no setor elétrico, o presidente do PPS afirma que o governo atuou de forma "despreocupada". "Eles não investiram, não deram resposta aos problemas causados pelo clima. O apagão não é total surpresa", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.