Lobão confirmou convite para falar do apagão, diz tucano

Duas comissões da Câmara dos Deputados - a de Fiscalização e Controle e a de Minas e Energia - farão audiência pública conjunta para ouvir explicações do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, sobre as causas do blecaute que atingiu boa parte do País na noite de ontem. Na Comissão de Fiscalização, o requerimento de convite feito pelo deputado do PSDB Vanderley Macris (SP) já foi aprovado.

Agência Estado |

Segundo o tucano, o ministro comunicou que comparecerá, mas a data da audiência ainda não foi definida.

Segundo Vanderley Macris, Lobão telefonou à presidência da Comissão de Fiscalização assim que foi informado por parlamentares aliados sobre a aprovação do requerimento e se colocou à disposição dos deputados. A comissão convidou também o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim.

Na Comissão de Minas e Energia, o requerimento de convite ao ministro é de autoria do líder do PPS, deputado Arnaldo Jardim (PPS-SP). O parlamentar afirmou que a falha no fornecimento de energia revela uma "fragilidade" do sistema elétrico e que falta supervisão e monitoramento. Jardim afirmou que o governo precisa aumentar os investimentos no setor de energia para evitar escassez.

O deputado afirmou que o governo tem acionado um número cada vez maior de termelétricas e que a necessidade de usar a energia dessas fontes, mais cara e mais poluente, é resultado de falta de planejamento. "É necessário que o governo adote soluções estruturais para não enfrentarmos novo blecaute como esse, que foi o maior já registrado no País", disse ele, em nota distribuída pelo PPS.

Segundo o parlamentar do PPS, é preciso investir na construção de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e fortalecer o programa de geração de energia a partir de biomassa.

    Leia tudo sobre: blecaute

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG