Falta d´água decorrente do apagão deixa quase 1.800 alunos sem aula no Rio

RIO DE JANEIRO ¿ Três escolas e cinco creches municipais das zonas norte e oeste do Rio de Janeiro não estão funcionando nesta quarta-feira por causa de um problema no fornecimento de água. No total, 1.729 alunos estão sem aula. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, a falta d´água é reflexo do apagão que atingiu 18 Estados e o Distrito Federal na noite de terça-feira.

Anderson Dezan, iG Rio de Janeiro |

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) informou nesta quarta-feira que o blecaute provocou a paralisação integral de todo o sistema de produção de água do Estado. Os três grandes sistemas que pegam a Região Metropolitana do Rio ¿ Guandu, Ribeirão das Lajes e Imunana-Laranjal ¿ ficaram paralisados integralmente das 22h às 4h. 

Segundo a Cedae, a previsão é de que a água seja totalmente restabelecida em 72 horas. Por conta da dimensão dos sistemas e devido às etapas que devem ser obedecidas, existe uma demora para que todos os equipamentos sejam religados, sem danificar o sistema.

A companhia solicita à população que economize água nas próximas 72 horas. As pessoas devem evitar regar plantas, lavar roupas e carros, utilizar mangueiras para lavar calçadas e escovar os dentes com torneiras abertas, entre outras medidas de economia.

O apagão também afeta o abastecimento de água em São Paulo , segundo informações da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). De acordo com a companhia, a recuperação total do sistema ocorrerá durante o dia e a madrugada. Pontos mais críticos podem sofrer com o desabastecimento até a madrugada de amanhã.

Leia também:

    Leia tudo sobre: apagãoblecaute

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG