Blecaute foi causado por três raios simultâneos, diz ONS

O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp, disse nesta sexta-feira à Agência Estado que três descargas elétricas provenientes de raios, praticamente simultâneas, foram as causadoras do blecaute ocorrido na noite da última terça-feira.

Agência Estado |


"Cada linha recebeu uma descarga, praticamente simultânea", disse Chipp, por telefone. "Foi uma ocorrência tripla, três descargas quase simultâneas. Algo de baixa probabilidade", completou.

Segundo o diretor, o fato está comprovado por equipamentos registradores de descargas elétricas do ONS e também por fotos de equipamentos chamuscados. De acordo com ele, esse material consta do Relatório de Análise de Perturbação (RAP), que será apresentado pelo ONS, na próxima terça-feira, ao Comitê de Monitoramento do Setor elétrico (CMSE).

Chipp destacou que as três descargas caíram nas linhas nas proximidades da subestação de Itaberá (SP), o que torna ainda mais grave o ocorrido. "Nenhum sistema do mundo é planejado e dimensionado para este tipo de ocorrência, é muito antieconômico pela baixa probabilidade de acontecer. O sistema de Itaipu existe desde a década de 80 e nunca ocorreu algo assim", disse.

Veja o infográfico

Leia também:

    Leia tudo sobre: apagãoblecaute

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG