Apagão: raio em Mogi também será investigado

Um relatório preliminar do Operador Nacional do Sistema (ONS) sobre o apagão de terça-feira, divulgado na quarta-feira, também indica a queda de um raio sobre um transformador da subestação Tijuco Preto, de Furnas, em Mogi das Cruzes. Segundo o documento, o transformador permanecia indisponível ontem, por conta de um para-raio danificado.

Agência Estado |

O ONS, porém, diz que ainda é cedo para relacionar o incidente ao apagão. Mas vai investigar.

A informação sobre o para-raio danificado consta do Informativo Preliminar Diário de Operação (IPDO) publicado todas as manhãs pelo ONS com detalhes sobre o funcionamento do Sistema Interligado Nacional (SIN) no dia anterior.

Divulgado nesta quarta, o IPDO de terça-feira (10 de novembro) tem um relato detalhado da interrupção no fornecimento de energia, chamado pelo documento de "perturbação geral do SIN".

Segundo o IPDO, o para-raio fica no transformador 1, que converte energia recebida em voltagem de 765 kilovolts (kV) de Itaipu em energia de 500 kV para redistribuição para outros Estados. O texto diz que, às 3h15 de ontem, todo o SIN já havia voltado a operar, "ficando indisponível apenas o TR-1 765/500 kV da Subestação de Tijuco Preto (Furnas), com o para-raio da fase B do lado de 500 kV danificado", além de uma linha de 230 kV da Companhia Transmissora de Energia Elétrica Paulista (Cteep). O ONS, porém, não vinculava diretamente o dano ao para-raio à queda de energia.

Ao longo de todo o dia de ontem, equipes de manutenção trabalharam na Subestação de Tijuco Preto, que integra o sistema de transmissão da usina de Itaipu.

    Leia tudo sobre: apagãoapagão energéticoenergia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG