Apagão atinge ao menos 10 Estados e Distrito Federal, segundo ONS

SÃO PAULO- O apagão que atingiu várias regiões do país na noite da terça-feira foi causado pelo desligamento completo da usina hidrelétrica de Itaipu devido, possivelmente, a uma forte tempestade, afirmou o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, a jornalistas em Brasília.

Reuters |

  • Internautas relatam o apagão. Envie informações ao Minha Notícia
  • Região de Itaipu tem previsão de chuva para esta quarta
  • Presidente da Itaipu é convocado para reunião com Lula
  • Fotoshow: veja imagens do blecaute pelo País

  • O abastecimento de energia elétrica foi interrompido por volta das 22h15 (horário de Brasília) em pelo menos 10 Estados e no Distrito Federal. Cidades de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás, Pernambuco e Bahia foram afetadas.

    De acordo com o ministro, o Estado do Rio de Janeiro foi o mais atingido, e a falta de luz também foi registrada no Paraguai.

    "Não se sabe exatamente a causa, mas imagina-se que questões atmosféricas, tempestade de grande intensidade, possam ter contribuído ou determinado o desligamento das linhas de (trasmissão) de Itaipu", disse Lobão a jornalistas em Brasília ao sair de um evento.

    Caos

    Na cidade de São Paulo, o apagão complicou o trânsito, paralisou o sistema metroviário e interrompeu parcialmente telefones fixos e celulares. Por volta da 1h10 da madrugada desta quarta-feira, a energia havia voltado parcialmente a algumas regiões da cidade.

    As ruas do Rio de Janeiro, sem luz, estavam desertas, com pouco policiamento e apenas alguns carros e ônibus circulando. No aeroporto do Galeão, os passageiros que desembarcavam por volta das 23h (horário de Brasília) eram alertados por alguns motoristas de táxi a não deixarem o local por risco de arrastão. Entretanto, no caminho até a zona sul nenhuma via estava congestionada.

    "O sistema não é frágil, o sistema é um dos mais fortes, mais seguros do mundo. Nós temos 98 por cento do sistema interligado. O que aconteceu haverá de ter sido um acidente e não deficiência do sistema", disse Lobão.

    Pelo menos 17 mil megawatts, o suficiente para abastecer o Estado de São Paulo, saíram do sistema elétrico nacional, informou a assessoria de imprensa do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

    "Houve também desligamento de algumas linhas abastecidas por Furnas. Ao desligar a linha de Itaipu, outras linhas, por consequência, dentro do sistema interligado, também saem de funcionamento", disse o ministro.

    Itaipu fornece cerca de 20% da energia ao Brasil, porém mais de 90%ao Paraguai, onde foi registrado um corte no fornecimento de energia que durou cerca de 15 minutos. Segundo moradores da capital Assunção, o abastecimento foi logo restaurado.

    Lobão afirmou ainda que "dentro de muito pouco tempo seja possível (...) restaurar o funcionamento de todas essas linhas."

    Leia também:

  • Vendaval pode ter causado apagão, diz presidente da Itaipu
  • Apagão atinge ao menos nove Estados do País
  • Congressistas politizam apagão
  • Curto circuito teria gerado apagão, diz companhia paraguaia
  • Rodízio está suspenso em São Paulo nesta quarta
  • Paulistanos mudam a rotina em noite apagão
  • Cabral determina aumento de segurança no Rio
    • Leia tudo sobre: energia elétrica

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG