Alcides evita citar Marconi em entrevista

Governador admitiu iniciar conversações de transição de governo com `governador eleito¿, pela 3ª vez

Rodrigo Viana, iG Goiânia |

Governador eleito foi o termo empregado pelo atual governador Alcides Rodrigues (PP) para se referir ao agora governador eleito de Goiás, pela terceira vez, Marconi Perillo (PSDB).

Em coletiva de imprensa, o pepista afirmou estar preparado para iniciar as conversações de transição do governo, caso haja concordância de Perillo.

Marconi entregou o cargo para Alcides em 2006 em clima amigável antes das eleições estaduais, agora Alcides devolve a cadeira para o tucano, que é seu maior desafeto.

O racha aconteceu logo após a reeleição de Alcides. Em 2007, ele anunciou que havia um déficit mensal de cerca de R$ 100 milhões, culpou o ex-governador e editou uma reforma administrativa.

Prova da mágoa do governador com o ex-aliado esteve presente em outro momento da entrevista, quando afirmou que deixaria o novo governador a par da situação do estado.

Alcides culpa Marconi pelo déficit e disse que, apesar de ter sido vice-governador por sete anos, não sabia da situação financeira do Estado.

Sobre o futuro político, o governador afirmou que não está preocupado com isso e que “a Deus pertence”.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG