Agnelo Queiroz dará prioridade à questão fundiária

Meta do candidato do PT ao GDF é promover a regularização dos condomínios e um "combate sem tréguas" aos parcelamentos irregulares

Marcello Sigwalt - iG Brasília |

A política fundiária é uma questão estratégica para o candidato do PT ao GDF, o ex-ministro dos Esportes Agnelo Queiroz. “Temos que resolver, de uma vez por todas, a questão do uso do solo e dos parcelamentos, mas faremos isso dentro da legalidade, visando a regularização dos condomínios”, afirmou.
Agnelo acrescentou que pretende, se eleito, combater de forma implacável “todos os parcelamentos irregulares”, sempre contando com o auxílio do Ministério Público (MP). Ainda sobre a questão fundiária, o ex-ministro classifica como “gravíssimos” os casos das cidades de Paranoá, São Sebastião e Riacho Fundo II, que vivem à margem da lei por não possuírem título de propriedade.
Sobre a questão fundiária, suscitada pela primeira dama do GDF, Karina Rosso – que nesta semana impediu pessoalmente a desocupação de área pública em área nobre de Brasília – o senador Cristovam Buarque (PDT), candidato à reeleição, entende que o PT tem que dar apresentar soluções efetivas para esse problema. O senador considera questões emergenciais a recuperação da ética na política e da saúde pública, assim como garantir para o DF a implantação de escolas de tempo integral, a “menina dos olhos” do ex-ministro da Educação do primeiro governo Lula.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG