Aeroportos do Porto e da ilha dos Açores fechados pela nuvem

Lisboa, 9 mai (EFE).- O aeroporto Francisco Sá Carneiro do Porto - norte de Portugal - e o do arquipélago atlântico dos Açores - a cerca de 1,5 mil quilômetros de Lisboa - permanecem fechados ao tráfego aéreo durante esta manhã pela nuvem de cinzas do vulcão islandês.

EFE |

Lisboa, 9 mai (EFE).- O aeroporto Francisco Sá Carneiro do Porto - norte de Portugal - e o do arquipélago atlântico dos Açores - a cerca de 1,5 mil quilômetros de Lisboa - permanecem fechados ao tráfego aéreo durante esta manhã pela nuvem de cinzas do vulcão islandês. Segundo informaram os meios oficiais lusos, todos os voos com saída e chegada desses dois aeroportos estão cancelados e recomenda-se aos passageiros não irem até os terminais. Porta-vozes dos Aeroportos de Portugal (ANA) informaram da suspensão de mais 60 rotas no Sá Carneiro, o segundo maior aeroporto de Portugal e que conta com uma grande afluência de espanhóis, sobretudo procedentes da comunidade autônoma da Galícia. O de Lisboa, o principal do país, já cancelou 40 voos. No entanto, o aeroporto de Faro, na turística região do Algarve, funciona normalmente. Navegação Aérea de Portugal (NAV Portugal) detectou ontem a nuvem de cinzas vulcânicas no espaço aéreo luso e sua densidade obrigou à criação de uma "área de proibição de voo" até os 35 mil pés (cerca de 10 quilômetros) que provocou a suspensão de mais de cem rotas. EFE atc/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG