A moda das sobreposições

A moda das sobreposições Por Caline Migliato São Paulo, 06 (AE) - Quando o friozinho se aproxima é hora de fazer algumas compras e aposentar pelos próximos seis meses as peças do verão. Será? Nem sempre.

iG São Paulo |

A moda das sobreposições Por Caline Migliato São Paulo, 06 (AE) - Quando o friozinho se aproxima é hora de fazer algumas compras e aposentar pelos próximos seis meses as peças do verão. Será? Nem sempre. Com um pouco de criatividade é possível montar looks originais sobrepondo modelitos de calor com roupas desta estação. Outra opção é buscar itens versáteis: calça que vira jaqueta, vestidinho que se transforma em túnica. A consultora de moda Chris Francini explica que ao escolher um vestido de verão e cobrir as pernas com meia-calça, por exemplo, o recomendado é cobrir igualmente os braços, para equilibrar a mistura inverno-verão. Segundo ela, o inverno pede pernas bem marcadas com calças justas, como skinnys e leggings. "Para balancear, a parte de cima precisa ser mais soltinha e comprida. Vale investir em cores escuras e acessórios mais pesados contrastando com as peças leves do verão", diz. O estilo à base de sobreposições é conhecido como boho chic (boemia chique) e remete ao grunge, à moda de rua. "Diante das últimas crises que vivemos, houve um resgate dessa identidade, que alia peças caras com outras mais baratas, vindas de brechós", diz a coordenadora dos cursos de moda da Faap Sandra Harabagi. Mais chique e menos casual, a tendência para as sobreposições deste inverno é também chamada de ‘efeito cebola’. "Ela mescla diferentes comprimentos, várias cores, materiais e tecidos, como algodão, lã, tricô, couro e peles. A dica é sempre eleger uma cor neutra para equilibrar o look e usar o bom senso", diz Chris. Para quem está acima do peso, um alerta: uma sobreposição malfeita pode engordar ainda mais. "É sempre bom misturar tecidos diferentes, para que não grudem, e optar sempre por algo mais justo, como um top, e uma camisa mais larguinha, para que o resultado não fique todo embolado", explica Sandra. Quanto às estampas, opte por uma peça lisa e outra estampada e busque cores similares. "Caso contrário, a sobreposição, em vez de somar, acaba separando os looks", diz Sandra. Para os decotes, a opção em ‘V’ é a que oferece mais opções de combinação. "Vai com redondos, canoa e gola alta. Já o canoa combina só com gola alta", completa. BOXE/CURINGAS - Leggings são valiosas para quem pretende investir nas sobreposições: combinam com saias, bermudas, shorts, vestidos e camisas compridas. Para fugir do pretinho básico, vale investir em algumas trabalhadas, como as estampadas ou com textura de vinil, que estão em alta na temporada. Calças jeans justinhas, como as skinnys, também podem vir com vestidinhos e camisetas compridas. - Camisas mais larguinhas ou batas, que podem ser usadas por cima de tops coloridos, também são fundamentais para o armário ‘cebola’. O contrário também vale: uma blusa de malha preta pode ganhar regatas coloridas por cima dela, ou mesmo um colete, outro hit da estação.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG