Em discurso de inauguração, Edir Macedo critica saúde, política e educação no Brasil e diz que só Deus é a salvação

Apesar de todo o investimento milionário, a Igreja Universal do Reino de Deus sofreu com o contratempo da falta de energia elétrica na inauguração da sua sede no bairro do Brás (região central de São Paulo). O Templo de Salomão sofreu com a oscilação de energia. Por pelo menos 10 minutos a parte interna ficou sem luz. Do lado de fora também houve apagão. 

A escuridão no templo deixou o cerimonal da presidente Dilma Rousseff desorientado. Os assessores de Dilma ficaram sem saber o que fazer até que, com laternas do celular e diante do imprevisto, a presidente encarou três lances de escada para se acomodar no espaço destinado a autoridades.

Leia mais:
Universal convida alto clero da política a conhecer Templo de Salomão
Você sabe por que o Templo de Salomão ganhou esse nome?

Apesar do apagão, o público se manteve tranquilo e não há registro de tumultos. Os fiéis acompanham a cerimônia exibida em telões do lado de fora do Templo de Salomão. 

A Universal fez projeções em 3D do lado de fora do templo. O público aprovou o show, mas um gaiato tentou estragar a festa e lançou uma luz verde sobre a projeção.

Leia também:
'Sinto a presença de Deus só de olhá-lo", diz evangélica sobre Templo de Salomão
Comércio na região do Brás pega carona no Templo de Salomão

Não foram apenas os fiéis sem credencial que tiveram de se adequar aos problemas da inauguração do Templo de Salomão. A imprensa também passou por dificuldades. Uma fotógrafa que trabalhava na cobertura da inauguração publicou em uma rede social: "Quando a gente acha que já passou por tudo... o que resta na pauta é fazer foto da televisão".

Edir Macedo critica poliíticas públicas

Apesar da presença de petistas e tucanos, Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, não economizou nas críticas a políticas públicas, o que causou constrangimento em parte dos convidados.

Em seu discurso, Edir Macedo criticou políticas públicas para as áreas de saúde, educação e segurança. Para o religioso e empresário, "só Deus salva". Em outro momento, o representante da Universal diminuiu as políticas governamentais anti-drogas e de redução de danos. O argumento foi o mesmo, o de que só a fé salva.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.