De acordo com informações do Instituto, o cão passa por exames veterinários para verificar suas condições de saúde

Agência Estado

O Instituto Royal conseguiu na Justiça a recuperação do primeiro dos 178 cães levados por ativistas que invadiram a unidade de São Roque, em São Paulo, na madrugada do último dia 18. O animal estava em Valinhos, no interior paulista, e tinha sido colocado à venda no Mercado Livre, comunidade de comércio on line, por R$ 2,7 mil. Após a divulgação, a oferta de negócio foi retirada da página.

Conheça a nova home do Último Segundo

Cerca de cem ativistas de diversas ONGs que cuidam de animais libertaram mais de 150 cachorros de instituto de pesquisa em São Roque (SP)
Edison Temoteo/Futura Press
Cerca de cem ativistas de diversas ONGs que cuidam de animais libertaram mais de 150 cachorros de instituto de pesquisa em São Roque (SP)

O Instituto obteve, na sexta-feira (25), um mandado judicial de busca e apreensão, mas só neste domingo (27) o animal foi localizado e apreendido.

De acordo com informações do Instituto, o cão passa por exames de um veterinário para verificar suas condições de saúde. "Ele é tratado em local secreto para garantir sua segurança e a dos tratadores", informou em nota o Instituto. As pessoas que estavam com o animal em Valinhos poderão responder por crimes de furto e dano ou receptação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.