Haddad e Kassab formalizam equipe de transição em São Paulo

Prefeito eleito e atual prefeito se reuniram na tarde desta terça-feira para discutir troca de comando na prefeitura

Agência Estado |

Agência Estado

O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e o atual prefeito, Gilberto Kassab (PSD), se reuniram na tarde desta terça-feira para dar início ao processo de transição das gestões. Em um encontro que durou aproximadamente uma hora e meia, na sede da administração municipal, Kassab e Haddad formalizaram as equipes que participarão do processo que será responsável pela continuidade dos projetos em andamento.

Especial: Confira a cobertura completa do iG sobre as eleições 2012

Saiba mais: 'Vou contribuir com Haddad', afirma Gilberto Kassab

Haddad se mostrou preocupado em garantir que não haja descontinuidade em algumas ações municipais, como organização do carnaval em fevereiro e os trabalhos de prevenção de enchentes. "Queremos promover uma passagem de governo com toda a tranquilidade, sem nenhum tipo de solavanco", afirmou o prefeito eleito.

Futura Press
No encontro, Kassab ofereceu a Haddad uma sala no prédio da prefeitura, mas petista preferiu usar escritório da Caixa no centro

Kassab anunciou que colocou toda a sua equipe à disposição de Haddad para passar informações de todas as áreas da administração municipal. "Mais uma vez estou ratificando aqui, publicamente, a minha disposição, não só apenas nesse período de transição, mas depois, ao longo de seu governo, de contribuir aonde ele entender que seja necessário, com experiência acumulada, para que ele possa alcançar os objetivos que definiu como importantes", disse Kassab, que se negou a responder sobre a possibilidade de seu partido (PSD) apoiar o governo Haddad na Câmara Municipal.

No encontro, Kassab ofereceu uma sala no prédio da Prefeitura para o prefeito eleito, que informou que pretende concentrar suas ações nesse período em um escritório cedido pela Caixa Econômica Federal, na Praça da Sé, região central da cidade. Diante dos jornalistas, Kassab enfatizou que se tratava de uma visita protocolar "muita amiga". O prefeito também fez elogios ao seu sucessor, chamando-o de "capacitado, inteligente, de boa formação moral e técnica". "São Paulo com certeza estará em ótimas mãos", disse Kassab, que durante o processo eleitoral apoiou o tucano José Serra na disputa pela prefeitura.

Leia também: Haddad diz não ver possibilidade de o PSD de Kassab fazer oposição ao governo

Também participou do encontro o vereador Antônio Donato (PT), que coordenou a campanha e chefiará a equipe de transição de Haddad, formada por Luis Fernando Massonetto e Úrsula Peres. Neste primeiro encontro, Donato rechaçou a discussão sobre a formação de uma base aliada na Câmara Municipal, composta com o PSD. "Não tratamos disso ainda. Nós temos dois meses de intensas conversas com todas as forças políticas da Câmara no sentido de permitir que o prefeito possa ter uma maioria para aprovar seus projetos", disse.

O próximo encontro da equipe de Haddad com o grupo da equipe atual, que será chefiado por Nelson Hervey, secretário de governo de Kassab, está marcado para a próxima quinta-feira. Nele, serão repassadas informações sobre a situação financeira da Prefeitura, contratos vigentes e processos de licitações em andamento.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG