Perseguição com tiroteio termina em morte em rodovia

Sequestro relâmpago foi seguido de fuga e tiroteio na Rodovia Castello Branco na região entre os municípios de Jandira e Barueri, na Grande São Paulo

Agência Estado |

Agência Estado

Um suspeito morreu, um ficou ferido e três acabaram presos na noite desta sexta-feira após um sequestro relâmpago seguido de fuga e tiroteio na Rodovia Castello Branco na região entre os municípios de Jandira e Barueri, na Grande São Paulo.

Segundo a Polícia Militar, parte do grupo havia abordado um taxista na cidade de Barueri e, após manter a vítima refém, resolveu fugir com seu Astra branco. O taxista foi deixado na cidade vizinha de Santana de Parnaíba. A perseguição aos criminosos, que estavam em cinco dentro do Astra, começou em Jandira.

Em patrulhamento, policiais militares do 20º Batalhão desconfiaram dos ocupantes do Astra, que se recusaram a parar e iniciaram a fuga. Foram cerca de 15 quilômetros de perseguição ao veículo suspeito pela pista sentido São Paulo da Rodovia Castello Branco.

No quilômetro 29, o Astra entrou na Avenida Gupê, onde capotou várias vezes. Um dos ocupantes foi arremessado para fora. Os demais, após saírem do veículo, atravessaram a rodovia e invadiram o estacionamento do posto Graal. Três deles tentaram fugir por um matagal, mas foram detidos.

O outro, segundo a polícia, teria atirado contra os PMs. Ferido, o suspeito morreu quando era atendido no pronto-socorro de Jandira. Já o outro suspeito que se feriu no capotamento foi levado para o pronto-socorro do Serviço de Assistência Médica de Barueri (Sameb), onde permanecia internado em estado grave. Com o grupo, os policiais apreenderam dois revólveres: um calibre 32 e outro, 38.

Os dados da ocorrência foram registrados no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investigará o caso.

    Leia tudo sobre: GERAL

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG