Dilma parabeniza Haddad e deve voltar ao palanque no 2º turno

A participação da presidenta na campanha do petista em São Paulo provocou troca de farpas entre ela e o adversário Serra, que a criticou por 'meter o bico' na capital paulista

iG São Paulo |

A presidente Dilma Rousseff ligou para parabenizar o candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad , pelo desempenho no primeiro turno das eleições em São Paulo. Haddad obteve 28,98% dos votos válidos, ante 30,75% do tucano José Serra . A presidenta entrou na campanha da capital paulista ao gravar para o programa de Haddad e ao participar de um comício ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da ministra da Cultura, Marta Suplicy . A participação de Dilma provocou troca de farpas entre ela e Serra, que a criticou por "meter o bico" em São Paulo .

Resultado:  Serra e Haddad vão disputar o 2º turno na eleição em São Paulo

Dilma em ato pró-Haddad: 'Meter o bico em São Paulo significa muito para mim'

De acordo com a ministra da Secretaria de Comunicação Social, Helena Chagas, Dilma "certamente" voltará a subir no palanque de Haddad para a campanha do segundo turno. "Claro que a presidenta irá a outros lugares, mas ainda não definiu quais", afirmou a ministra.

Especial iG: Leia todas as notícias sobre as eleições municipais 2012

Dilma ainda entrou em contato por telefone com o candidato do PT à Prefeitura de Salvador, Nelson Pelegrino, e com o prefeito reeleito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB). Pelegrino disputa o segundo turno da capital baiana com Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM).

A presidente também falou com o petista Patrus Ananias, derrotado na corrida pela Prefeitura de Belo Horizonte, no que foi considerada uma disputa pessoal contra o senador Aécio Neves (PSDB), seu potencial rival nas eleições presidenciais de 2014. Dilma não teria conseguido entrar em contato com o prefeito reeleito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT).

Dilma reuniu-se na manhã desta segunda-feira com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, e com o vice-presidente da República, Michel Temer, para fazer um balanço do resultado das urnas.

*Com Agência Estado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG