Condenado no STF, João Paulo Cunha evita a imprensa ao votar em Osasco

Deputado foi o primeiro integrante do chamado 'núcleo político' do mensalão a ser condenado no julgamento que está em andamento no Supremo

Agência Estado | - Atualizada às

Agência Estado

O deputado federal João Paulo Cunha (PT) votou às 13h30, deste domingo, no colégio Lucy Anna Carrozo Latorre, em Jardim das Flores, Osasco (Grande São Paulo). Primeiro réu do núcleo político do mensalão a ser condenado, João Paulo chegou e saiu correndo da sala de votação e não quis falar com os jornalistas.

Leia também: 'Vocês são urubus que torturam a alma humana', diz Genoino

O deputado era candidato a prefeito pelo PT em Osasco, mas desistiu de concorrer após ter confirmada sua condenação pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Para o seu lugar, o partido indicou Jorge Lapas. Celso Giglio (PSDB) é o favorito para ganhar a eleição no município.

A negativa em falar com os jornalistas é condizente com a estratégia do PT de evitar o assunto. O ex-presidente Lula, em comício na cidade ocorrido no último dia 2, não citou uma única vez o nome de João Paulo, que até renunciar à candidatura liderava as pesquisas de intenção de voto. 

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG