Russomanno quer associações de bairro em escolas

Em campanha na zona leste da capital paulista, candidato do PRB propôs usar a sociedade civil para desenvolver trabalhos sociais

Agência Estado |

Agência Estado

O candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno , prometeu neste domingo (23) usar associações de bairro para coordenar projetos nas escolas municipais aos finais de semana na capital. A proposta é de utilizar setores da sociedade civil para desenvolver trabalhos sociais nas escolas.

Leia também: Russomanno aproveita vácuo eleitoral na periferia e ocupa espaço do PT

"Não só as associações, mas a sociedade civil organizada como um todo. Para quem quiser cuidar da escola no final de semana, a Prefeitura vai dar todos os incentivos necessários", afirmou Russomanno antes de fazer uma carreata pelas ruas da Cidade Tiradentes, no extremo leste de São Paulo.

AE
Russomanno fez campanha neste domingo na Cidade Tiradentes, na zona leste da de São Paulo

Segundo ele, os trabalhos envolverão projetos sociais, programas culturais e também de assistência médica, levando o Programa Saúde da Família para dentro das escolas.  

"Vamos ter teatro nas escolas, vamos ter lazer, vamos ter bailes da terceira idade no final da tarde, nós vamos ter o Programa Saúde da Família com equipe multidisciplinar para que as pessoas possam fazer consulta também. Nós vamos ter uma gama de serviços para que a gente possa fazer o melhor".

A conta-gotas, Russomanno vem anunciando propostas novas. Da mesma forma será o anúncio de seu programa de governo, cuja íntegra está prevista para as próximas semanas. O próprio candidato afirmou que seu programa será apresentado nos próximos dias, e adiantou que, para as próximas semanas, apresentará propostas para o segmento de esportes e de combate às drogas.

A demora na publicação foi pela extensão e pela complexidade do documento, que contempla todos os segmentos da cidade, explicou Russomanno na última quinta-feira.

Até o momento, apenas Fernando Haddad (PT) anunciou um documento oficial no qual estão detalhadas as propostas do candidato . O programa tem 124 páginas e teve participação de mais de 500 pessoas na sua produção, segundo Haddad. Por ser o único dos candidatos a ter um programa, o ex-ministro usa isso a seu favor.

"Ninguém apresentou nada parecido para o planejamento urbano como o que nós apresentamos. (Propusemos) o redesenho da cidade para ela voltar a funcionar. Todos os demais programas setoriais estão associados ao 'Arco do Futuro'. (Temos) metas quantitativas claras, orçamento", afirmou.

O candidato do PSDB, José Serra, em segundo lugar nas pesquisas, protocolou linhas gerais do seu plano no ato de inscrição da candidatura na Justiça Eleitoral e afirma ter um programa que será apresentado como diretriz de governo se ele vencer as eleições.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG