Cabul, 15 jun (EFE)

EFE

A missão da Otan no Afeganistão (Isaf, na sigla em inglês) anunciou nesta sexta-feira a morte de vários rebeldes, entre eles um líder, em duas operações registradas no leste e no norte do país.

A operação mais importante ocorreu no distrito de Sharan, situado na província oriental de Paktika, onde morreu um líder da rede fundamentalista Haqqani, Eid Mohammad, suposto responsável por ataques contra as tropas e provisão de armas.

"Quando as tropas afegãs e da coalizão chegaram onde estava Eid Mohammed, o líder e vários insurgentes armados manobraram para iniciar um ataque", afirmou a Isaf na nota de imprensa.

As tropas os enfrentaram e mataram Mohammed e "diversos" insurgentes, sem causar "vítimas civis", acrescentou a organização. Além disso, a Isaf disse ter abatido "muitos" rebeldes durante outra operação registrada no distrito de Warduj, na província de Badakhshan, produzida para matar um dirigente talibã provincial cuja identidade não foi confirmada.

As tropas da Otan continuam desenvolvendo operações diárias contra os talibãs e os grupos insurgentes na região, apesar de já estar em andamento o processo de retirada do Afeganistão, que deverá ser encerrado em 2014. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.